sábado, 25 de junho de 2011

Ficamos assim ausentes de nós.

Me pediu mais do que eu podia dar e enquanto pedia, recebia. Mesmo que eu já estivesse totalmente escassa de mim eu precisava entregar tudo e achei que isso era amor, não é. Ele se foi e eu fiquei. Vazia.
Tudo que entregamos de nós não volta, quando entregamos se torna do outro e mesmo que precise com todas as células do seu corpo não volta e se volta vem manchado, sujo, meio destruído. Porque ninguém cuida como tem que ser cuidado, ninguém se coloca nos buracos das suas dores só porque você precisa, boa vontade não cura.
Ficamos assim ausentes de nós.

2 comentários:

Garcez disse...

oi... vi seu blog numa comu do orkut
vim dar essa força aqui.... tow te seguindo
retribui a força lá !?

www.ouvindoparalamas.blogspot.com

abraços

Kiko Lemos disse...

Ótimo texto, passei por uma situação complicadíssima, envolvendo o tal do amor, e vejo que nada e nem ninguém merece nosso total sacrifício pq no fim passamos a ser apenas mais um.

Gostei de verdade verdadeira :)