sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Finalmente limpa!


"O sentimento de ausência foi saindo de mim vagarosamente em uma série de pontadas de dor."




Hoje foi dia de faxina, limpei os lugares em mim que estavam mofados, assim como as roupas, joguei fora os sentimentos que não cabiam em mim. Esfreguei as manchas do passado até que elas sumissem, lavei de mim os resquícios de você.Estou finalmente limpa.

6 comentários:

Araujo disse...

Preciso fazer isso. Por causa de alguém, me vejo descuidada e apodrecida, e como isso me faz mal! Mas as coisas vão melhorar, precisam melhorar, preciso cuidar um pouco mais de mim em algum sentido e não permitir que alguém de coração leviano faça com que eu me destrua dessa forma...Me indentifiquei com seus dizeres nesta postagem.

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

Versos Controversos - Alan Salgueiro disse...

Essa faxina de quinquilharias de sentimentos e objetos esquecidos é bem normal nessa época do ano, quase de transição, mas poderia ser mais comum no nosso dia a dia.

Gostei também do nome do blog!

Bersebah disse...

Oi lynda!

Como já li em um comentário acima "preciso fazer isso", é a frase que expressa bem o sentimento meu quanto a este post.

Primeiramente, por minha interpretação, veio uma sensação...digamos, como de a dor de alguem, por ter na imagem uma bolha sendo estourada. Isso fez parecer os sonhos, a esperança de alguém que foram despedaçados, não respeitados por outro alguem, que "estourou nossa bolha", podemos dizer.

Entretanto o texto expressa algo diferente, como sendo na verdade a bolha estourada o fim de uma situação ruim, um devaneio sim, mas de algo que não fazia bem.

Não posso afirmar que o que escreveu tenha relação com sua vida, mas se for, é ótimo que esteja bem. Espero que a vida lhe permita ficar assim, se sentindo bem.
Nunca se esqueça, independente da pessoa, ou situação, a dar valor a pessoa que é, a se considerar, e nunca deixar que a vida lhe faça parecer menor.

Um grande abraço, e mais uma vez obrigado pela visita em meu blog, fico aguardando novamente sua visita, e como já lhe adicionei no msn, conversamos também hora dessas para trocar alguma ideias.

Ate breve

Bersebah

Inez disse...

Sempre faço uma faxina interna,como é bom, depois me sinto leve como pluma.

Allef S. Loureiro disse...

Bem original escrever de uma maneira tão sutil.
Parabéns!

http://ideologiasparaviver.blogspot.com

Pobre esponja disse...

Precisamos disso muitas vezes. Isso aí.

abç
Pobre Esponja