quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Coletânea de versos bobos


Agora eu vejo a minha vida deitar calmamente no chão e ouço o pisotear em cima dela.
E choro ao ver o quanto acomodada ela parece estar, como se já não importasse. Ela não liga!!


É uma ferida fechada, mas nos dias que chove lembrança doí feito louca.


Não suporto ver que você se distancia cada vez mais de mim.


Quero partir para poder ver a gente se desprender da gente aos poucos, quero partir pra onde o tempo me dê tempo.


Olha só eu cheguei de leve, te machuquei devagar e ainda saí com os pés nas nuvens...
quero ver como você suporta


6 comentários:

Rogerio disse...

legais os versões...muito bom o blog...

Falando Sobre... disse...

adorei o texto!
http://falandosobreall.blogspot.com/

Digho disse...

Obrigado pelo comentário no “Pedaços de Mim” Seus versos são muito bons! SEmpre que apareço tem algo interessante.ParabensJá conferiu o post de hoje? http://digho.blogspot.com

LADY D. A. disse...

Esse é o problema de amar

Guilherme Lombardi disse...

Excelente a forma como escreve, gostei desses versos e do blog.

Nivaldo Gomes Filho disse...

lindo verso gostei

que o senhor te abençoe.